Alimentos para a Pele – Evitando as Alergias

Alergias

Definição

A Alergia é uma reação de rejeição do organismo a alguma substância química chamada alérgeno ou antígeno. Essa reação é desproporcionalmente intensa em relação à escassa quantidade de alérgeno ou a sua aparente inocuidade.

Causas

Qualquer substância química, quer ingerida como se fosse alimentos, quer inalada ou introduzida no organismo por outro meio, pode causar uma reação alérgica.

Os Alimentos como Causa de Alergia

riniteOs alimentos aqui citados costumam ser causa frequente de alergia. Além disso, seu consumo pode favorecer a alergia a outros alimentos ou substâncias químicas. Assim, em pessoas sensíveis por exemplo, o leite pode propiciar uma reação alérgica a outros alimentos, ou substâncias e potencializar outras manifestações de tipo alérgico.

Dieta Antialérgica

Em qualquer caso de alergia, a menos que a causa seja totalmente clara, recomenda-se seguir uma dieta de eliminação ou antialérgica. Nela se prescinde dos alimentos que mais frequentemente causam reações alérgicas. Depois, lenta e controladamente se vão acrescentando outros alimentos até descobrir o que causa os sintomas. A abstinência dos alimentos aqui citados pode melhorar qualquer tipo de alergia alimentar.

Sintomas

Costumam ocorrer com maior frequência na pele, no aparelho respiratório ou digestivo, independente de qual seja a porta de entrada da substância que ocasionou a alergia. Muitos casos de eczemas, rinites, asma, dores de cabeça, e colites são de causa alérgica e são desencadeados ou favorecidos por algum ou vários dos alimentos citados a seguir.

REDUZIR OU ELIMINAR: Leite, Peixes, Marisco, Ovos, Carne, Queijos curados, Aditivos, Bebidas alcoólicas, Especiarias, Chocolates, Mel, Glúten, Frutas secas.

Psoríase

psoriase

Definição

É uma doença da pele de origem hereditária, caracterizada pelo avermelhamento e descamação em diversas partes do corpo (cotovelos, joelhos, couro cabeludo, tórax etc)

Conselhos de Saúde

Os banhos de sol são favoráveis, enquanto o estresse e as infecções podem agravá-la.

AUMENTAR: Verduras, Melado, Vitamina A

REDUZIR OU ELIMINAR: Bebidas estimulantes, Gorduras saturadas, Leite, carne, Bebidas alcoolicas

leite-de-vaca

O leite da vaca é uma das causas mais frequentes de alergia na infância e adolescência. Ocorre por rejeição às proteínas lácteas e se manifestam com sintomas cutâneos (eczema, atopia, urticária) digestivos (flatulência, diarreia) e respiratória (asma)

 

Dermatie e Eczema

Definição:

São termos praticamente sinônimos. Ambos se referem a um estado caracterizado pela irritação e inflamação da pele, acompanhado de vermelhidão, coceira, formação de pequenas bolhas e descamação.

Causas:

Os fatores que mais influenciam no aparecimento das dermatites são:

  • Alergias alimentares, especialmente a um ou vários alimentos citados em “alergias” (vide acima). Seu consumo provoca ou agrava a dermatite.
  • Contato com substâncias alergizantes
  • Deficiências de algum destes nutrientes: niacina, vitamina B6, Vitamina A, ácidos graxos essenciais ou polinsaturados, minerais e oligoelementos.

Alimentação:

A dermatite atópica, atopia ou eczema atópico é um tipo de dermatite que se apresenta nos lactentes e crianças com antecedentes familiares de alergia. Costuma ser acompanhada de asma ou outras manifestações alérgicas. O tratamento dietético é o mais eficaz,  e consiste fundamentalmente da suspensão do leite de vaca e de outros alimentos aqui citados em “Alergias”.

A urticária é um tipo de dermatite em que predominam a coceira e o vermelhidão da pele. É causada por uma liberação de histamina, substância que se produz em determinadas reações alérgicas.

alcachofra

A Alcachofra estimula a função desintoxicadora e depuradora do fígado e dos rins. Contribui para a cura de muitos casos de dermatites causados ou agravados pelo acúmulo de toxinas no sangue.

AUMENTAR: Niacina, Leite de soja, Hortaliças, Alcachofra, Sementes de girassol, Óleo de onagra, Melado, Soro acidificado, Vitamina B6, Vitamina A

REDUZIR OU ELIMINAR:  Os mesmos citados acima em “Alergias”, Leite, Sal.

Dieta crua para a pele

Muitas alterações na pele, especialmente as de origem alérgica, desaparecem com uma dieta à base de frutas e saladas cruas durante alguns dias. As frutas e hortaliças devem ser consumidas em seu estado natural, sem serem submetidas a nenhum processo culinário ou industrial. Pode-se temperar as saladas com azeite e limão.

Pouco a pouco, vão-se acrescentando novos alimentos à dieta, como pão, cereais, legumes, lácteos etc até identificar o produto que causa a alergia ou alterações cutâneas. Em muitos casos os agentes da reações alérgicas são aditivos ou especiarias. Além de evitar o produto que desencadeia as alterações cutâneas, quem tem uma pele sensível melhorará ao adotar uma dieta rica em produtos vegetais crus e sem processar.

Do livro: O Poder Medicinal dos Alimentos – Dr. Jorge Pamplona

O que é Drenagem Linfática?

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que tem por objetivo enxugar o tecido conjuntivo drenando para as cadeias ganglinares a linfa associada às substâncias de desassimilação do sentido conjuntivo, para isso empregamos o creme de massagem corporal associado a óleos essenciais.

A linfodrenagem corporal é indicada como coadjuvante nos tratamentos de celulite, obesidade e edema por sua ação específica no equilíbrio hídrico dos tecidos, no sistema neurovegetativo, na musculatura lisa dos vasos sanguíneos e linfáticos, na imunidade dos fluidos corporais.

O objetivo desta técnica como já foi dito, é enxugar o tecido conjuntivo, ativar as trocas circulatórias e metabólicas concorrendo para o equilíbrio das funções e harmonia estética do corpo e desempenhando várias funções.

retencao-de-liquidoEntre os principais benefícios desse método, está a redução da retenção de liquido, ativação da circulação, combate a celulite e até o relaxamento muscular.

Para entender melhor como ela age, é essencial conhecer as estruturas que compõem esse sistema: a LINFA e os Gânglios Linfáticos.

  • Ações da drenagem linfática; Ação sobre o sistema venoso  (linfático). Para favorecer a corrente venosa – linfática do tecido cutâneo: Realiza-se movimentos no sentido centrípeto ou seja, no sentido da corrente venosa e linfática. As manobras agem sobre os vasos, auxiliando a contração reflexa da musculatura vascular, mantendo ou estimulando sua tonicidade.
  • Ação sobre o sistema arterial – A vasodilatação capilar:  Dá-se através da liberação de substâncias como a histamina e acetil-colina que possuem ação vasodilatadora.
  • Ação da massagem sobre a fadiga muscular: A fadiga do músculo é um processo metabólico e não processo nervoso e todo o processo metabólico é intimamente ligado ao débito circulatório. A massagem exerce um efeito anti-fadiga sobre os músculos porque facilitam o fluxo sanguíneo que traz consigo o oxigênio e elimina catabólicos ou seja produtos da gradação após a contração que causaram a fadiga, tais como o ácido lático, ácido pirúvico, creatina e creatinina.
  • Ação da massagem sobre as vísceras – Sistemas digestivo- O sistema digestivo é constituído por de órgãos ocos cujo paredes possui contractilidade (movimento peristálticos) e são influenciadas por manobras aplicadas sobre estas paredes. Ação  sobre o sistema urinário – O efeito diurético da massagem é devido ação reflexa sobre os rins a partir  da pele.
  • Ação sobre o sistema nervoso – Uma massagem energética e rápida estimula o sistema nervoso, ao passo em que uma manipulação suave e prolongada tem efeitos calmantes e sedativos.
  • Ação sobre o sistema adiposo – A massagem não tem efeito emagrecedor. Há autores que falam da probabilidade da massagem auxilia na absorção e eliminação de gordura através dos pensamentos e amassamento se reduzem os glóbulos finíssimos talvez absorvíveis. Entretanto a massagem pode emagrecer indiretamente incrementando o metabolismo, a diurese e a sudorese.

glanglios

O sistema linfático trabalha como uma terceira circulação além da artéria do arterial e da venosa, e a linfa é o líquido que circula através dessa rede de vasos linfáticos. Ela é rica em proteínas, glóbulos brancos, microrganismos, células mortas, células sanguíneas e pode também carregar bactérias e toxinas. Seu aspecto é viscoso e amarelado .A linfa assim como o sangue, realiza trocas metabólicas com as células e em seguida é recolhida pelos vasos do sistema linfático, retornando aos gânglios.

Já os gânglios linfáticos ou linfonodos, são encontrados em todo o corpo eles são parte importante do sistema imunológico. Sua função é ajudar o corpo a reconhecer e combater germes, infecções e outras substâncias estranhas. É para eles que a linfa recolhida dos vasos é direcionada para ser frio filtrada. As áreas comuns em que os linfonodos pode ser sentidos através da palpação incluem: virilha, axila , pescoço, abaixo da mandíbula e do queixo, atrás da orelha e na parte anterior da cabeça.

mapa-sistema-linfatico

Mapa do Sistema Linfático

Objetivos e função da drenagem linfática:

É retirar a linfa que existe acumulada entre as células o que pode ser ocasionado por um retardo da pessoa na produção desta linfa, por exemplo. Ou  por dificuldades de absorção por parte das células. Com essa estimulação, há uma diminuição do inchaço e melhora da celulite. O procedimento melhora também a circulação geral, relaxa o corpo e pode atuar discretamente no combate da gordura localizada uma vez que a massagem aumenta o metabolismo local.

O transporte da gordura principalmente na forma de triglicérides e vitaminas é feito pelas pela linfa do intestino e desemboca no fígado sendo metabolizado e mantendo os sistemas circulatórios nutrientes e volume sanguíneo de maneira balanceada. Por isso quando há uma melhora da circulação da linfa ha também uma maior oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora o aspecto da celulite gordura localizada.

Mas não se iluda a drenagem linfática  não emagrece por si só! Ela vai ajudar a reduzir medidas por acabar com inchaço e  eliminar as toxinas do corpo, mas para obter resultados mais efetivos será necessário abordar hábitos saudáveis como alimentação balanceada e prática de exercícios físicos.

Este é um tratamento que deve ser feito de forma frequente para ter resultados. Você pode fazer até 3 vezes por semana, a repetição regular é importante porque, quando a pessoa deixa de fazer a drenagem linfática, a retenção de líquidos por uma semana, já é possível sentir novamente os edemas, mas isso varia desde a relação entre peso e altura até o excesso de sódio, e se há ou não ingestão adequada de fibras.

A drenagem linfática pode ser realizada por profissionais habilitados como fisioterapeuta massoterapeuta de esteticista.

Contra indicações da drenagem linfática.

A drenagem linfática está contra indicada para pessoas com infecção pois as células infecciosas podem cair no sistema linfático e se espalhar mais facilmente pelo corpo.

Pacientes com risco vascular como insuficiência cardíaca, trombose, hipertensão descompensada também deve ser evitado tratamento. Pacientes que estejam usando medicamentos específicos de tratamento de quimioterapia também são contra-indicados pois a possibilidade de restos tumorais de células sanguíneas serem captados pelos linfonodos  e metastado em outras áreas dos outros.

Não é necessária prescrição médica para fazer drenagem linfática exceto aos pós-operatórios.

Grávida pode fazer?

massagem-gravidez-drenagem1Não só pode como deve; o edema ou retenção de líquido é um problema comum das grávidas e a drenagem é perfeita para reduzir esse incômodo ela ainda ajuda a prevenir a celulite e as estrias diminuir bastante o inchaço corporal no final do dia, porém essa drenagem só pode ser feita com o aval médico. Normalmente isso ocorre a partir do terceiro mês de gestação e a massagem deve ser diferenciada, pois  não se pode drenar na região abdominal e mamas, e sim apenas fazem movimentos de deslizamentos suaves. A grávida não pode ficar de bruços e por isso a massagem na parte posterior é feita com a paciente de lado.

Resultados da drenagem linfática

Os benefícios gerais da drenagem linfática como a melhora do inchaço, pode ser sentidos imediatamente. Já que no caso da celulite os resultados depende de uma série de fatores como, alimentação, tabagismo, estresse e do grau de celulite ,é preciso antes mudar hábitos que causam a retenção de líquidos .Em quadros  mais avançados são necessárias mais sessões de drenagem linfática para que sejam vistos resultados .

Alie a drenagem linfática com…

  • Alimentação balanceada – o resultado desse tratamento para melhorar a circulação é muito maior se a paciente se alimentar bem. Reduzir a quantidade de sódio por exemplo ajuda muito a reduzir a retenção de líquido, um dos problemas tratados pela drenagem linfática E. o sódio não está presente apenas no sal, ele é muito comum em alimentos industrializados como doce, biscoitos recheados, suco em pó e refrigerante.

alimentacao-saudavel

Por outro lado vale a pena incluir mais fibras na sua alimentação, pois ver se melhora o trânsito intestinal e com isso é uma melhora também na retenção de líquido.

  • Ingestão de líquido – pode  parecer irônico, mas quanto mais liquido você ingerir, menos retenção terá!!! Isso porque o nosso corpo tem um equilíbrio muito grande com a água, portanto, quanto menos ela tiver disponível no corpo mas ela fica retida e menos ela será eliminada na urina, por exemplo. Por isso, garantir que seu corpo esteja sempre bem hidratado ajuda a reduzir a retenção potencializado a drenagem linfática;
  • Atividade física regular – não adianta aumentar a quantidade de atividades sempre será indicado quando o assunto é saúde, bem-estar, qualidade de vida e beleza. No caso da drenagem, o exercício aumenta a oxigenação do corpo e favorece ação da sua drenagem linfática.

O que é celulite?

Lipodistrofia ginóide é o nome técnico e correto da celulite, já que o termo também se refere à infecção bacteriana do subcutâneo mas fora da esfera médica o termo já está consagrado a celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células fazendo com que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando a pele com desníveis, ondulações,  retrações e nódulos que se manifestam externamente através dos furinhos indesejáveis na e /ou chamado ” casca de laranja”. É  causada por alterações do tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações da microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso.

celulite_rabo

A celulite não é uma condição médica grave mas pode causar desconforto nas mulheres por causa da aparência que confere a pele.

Os graus de celulite são avaliados por meio da anamnese, que consegue detectar o tipo de celulite, a localização, ocorrência de dores espontâneas ou sob pinçamento, as  diversas manifestações que possam ocorrer como:

  • Número e profundidade de depressões
  • Aspectos de áreas de elevadas elevadas das celulites
  • Presença de lesões elevadas
  • Presença de flacidez

Elementos do tecido conjuntivo adiposo normal

1- Células; fibroblastos, macrófagos, plasmócitos e etc.

2- Fibras: De colágeno, agrupadas em feixe. De elastina, mais finas e  que dão mais elasticidade aos tecidos. Reticulares, formando uma rede de sustentação.

3- Substância fundamental – na qual mergulha as células e fibras

4- Adipócitos; concentrados na região profunda da derme e agrupados em lóbulos, separados por paredes  conjuntivas ( septa lobulares), por onde passam os vasos sanguíneos e as terminações nervosas.

pernas-coxas

Modificações estruturais do tecido conjuntivo

  • As células adiposas aumentam o seu volume ;
  • Há um espessamento de proliferação das fibras de colágeno interlobulares que provocam o engorgitamento do tecidos;
  • A circulação de drenagem é sensivelmente reduzida e os fibroblastos são encarcerados;
  • As fibras elásticas ficam frágeis e se rompem
  • As fibras de colágeno e reticulares, esclerosadas  comprimem os vasos e os nervos (estase e dor)

Alterações bioquímica do tecido  celulítico

  • Extravasamento do serum,  rico em mucopolissacarídeos para o meio extravascular, tornando-o mais ácido, hipertônico e consequentemente fazendo com que mais água se extravase  dos vasos sanguíneos inundando o meio intersticial;
  • Acidificação do meio= maior hidrofilia ;
  • Espessamento e proliferação das fibras colágenas;
  • Aumento de volume das células adiposas pela absorção de líquidos.

Fatores desencadeantes

  • Estase vascular- venosa e linfática
  • Dilatação e enrijecimento das Malhas do tecido conjuntivo;
  • Aumento da pressão do tecido que geralmente equilibrar a pressão linfática. Esse aumento em razão do acúmulo de mucossacarides ávidos de água e de eletrólitos, principalmente cloreto de sódio
  • Perturbação da oxigenação celular;
  • Retenção de substâncias tóxicas.
  • Fases da evolução da lipodistrofia
  • Estase  circulatória- venosa e linfática
  • Exudativa- hidropexia
  • Fibrose nodular
  • Fibrose cicatricial atrófica (atrofia)
  • Fatores etiológicos
  • Hereditariedade
  • Transtornos vasculares
  • Disfunções endócrinas (foliculina e progesterona)
  • Episódios genitais femininos
  • Terapêutica estrogênica
  • Anovulatórios
  • Sedentarismo.

celulite2Formas clínicas da celulite

  • Celulite pura e difusa ou do tipo ginóide- ( da mulher magra )
  • Celulite associada a gordura localizada
  • Há ligeira adiposidade, tipo Androide; excesso de peso
  • Celulite associada à obesidade – ocorre sobrecarga lipídica tipo pletórico.

Fatores de risco

A ocorrência da celulite é bem mais comum entre mulheres do que entre homens segundo a Sociedade Brasileira de dermatologia, oito em cada dez mulheres têm graus de celulite isso ocorre porque é mais comum nesse sexo a gordura acumulada nas coxas, quadris e nádegas- áreas comuns da celulite. Também é mais frequente nas mulheres devido a estrutura das fibras do tecido conjuntivo feminino que é diferente da do homem o que propicia o aparecimento da celulite.

mulher-desesperada-720x320

Ter celulite não significa estar acima do peso. Até mesmo pessoas magras podem ter celulite. Mas se você está acima do peso, a perda de peso pode reduzir a celulite.

Outros fatores que mais influenciam a quantidade de celulite que você tem e como é visível incluem:

  • Má alimentação
  • Dieta rica em gordura
  • Metabolismo lento
  • Sedentarismo
  • Alteração  hormonais
  • Desidratação
  • Gordura corporal total

Sintomas da celulite

  • A celulite não é uma condição médica grave mas pode causar desconforto nas mulheres por causa  da aparência que lhe confere. A pele com  celulite  parece ter covinhas ou depressões. As vezes é descrita como casca de laranja em alguns casos a celulite pode ser vista apenas quando a pele é comprimida. Para celulites mais grave a pele parece acidentada com áreas de Picos e vales.
  • A celulite é mais comum em torno das coxas e nádegas ,mas também pode ser encontrada em seios, abdome inferior e braços, as causas mais iniciais são assintomáticos, mas o mais adiantados pode incluir
  • Região mais fria e
  • Endurecimento, dor e  sensibilidade
  • Pele com aspecto irregular
  • Existem várias formas de tratar celulite, a drenagem linfática , massagem modeladora, cremes anti celulíticos e outros tratamentos como a endermologia, mas esses serão tratados em textos posteriormente.

 

Até a próxima!!!!!!

Peixe

Estudos mostram que a ingestão de peixes regularmente tem efeito favorável para a saúde por causa da presença de ácidos graxos polinsaturados neste tipo de alimento. Existe há muitas décadas e hoje se tornou um alimento ainda mais estudado e sempre com ações funcionais importantes no corpo humano.

Com alto teor de ômega-3, a carne de peixe traz diversos benefícios ao organismo, mas sua atuação principal se dá no combate às doenças cardiovasculares, como trombose, alto índice de triglicerídeos e colesterol alto. Também já foram registrados seus efeitos benéficos no tratamento de doenças autoimunes, da doença de Crohn e hipertensão, bem como sua ação para amenizar desordens de pele, como a acne.

sarinha no pratoComo consumir no dia-a-dia: Atum, salmão, arenque e sardinha são peixes que apresentam ômega-3, ou seja, propriedades funcionais. Podem ser consumidos crus (como na culinária japonesa e peruana) assados (embrulhe um pedaço de peixe no papel alumínio e leve ao forno por 15 minutos), grelhados (na frigideira com pouca gordura sobre fogo médio) ou cozidos em água.

Do livro: Alimentos Super Poderosos. Ed. Alaúde

Mel

abelhaO mel é um líquido viscoso produzido por um tipo específico de abelha, as melíficas. Elas extraem o néctar das flores e guardam-no em uma bolsa interna, onde o mel sofrerá a ação de enzimas; depois disso, expelem o produto e o armazenam nos favos para servir de alimento para toda a colmeia.

Há diversos tipos de mel, classificados de acordo com a planta de onde o néctar foi retirado, por exemplo, flor de laranjeira, de flor de eucalipto e outros.

Há muito tempo se conhece suas propriedades benéficas, remontando no Antigo Egito e à Grécia Antiga, onde o mel era utilizado como alimento, remédio e em rituais sagrados.

O mel é rico em carboidratos (principalmente a frutose e glicose) e aminoácidos, além de polifenóis que o torna um ótimo antioxidante. Suas principais vitaminas e minerais são vitamina B2, B3, B5, B6 e C, potássio, cálcio, magnésio, selênio, ferro, manganês, cobre e ácido fólico. Possui ação anti-inflamatória e auxilia na saúde intestinal, pois aumenta a população de bactérias saudáveis que ajudam na digestão.

Como Consumir no dia-a-dia: Experimente tomar uma colher de mel puro por dia. Despeje sobre frutas, espalhe no pão e use para adoçar as receitas no lugar do açúcar refinado comum.

Do Livro: Alimentos Super Poderosos – Ed. Alaúde.

 

Maçã

Fruta de consumo muito antigo e fácil, com muitas propriedades benéficas à saúde já descobertas. Ela é objeto de muitos estudos científicos devido à sua enorme variedade de nutrientes.

A maçã é uma fruta rica em flavonoides, como o ácido elágico e a quercetina, e em antioxidantes que favorecem a proteção vascular tonificando as artérias e evitando a deposição de placas de gordura e má circulação. Ela ainda é rica em pectina, fibra solúvel que forma um gel no estômago, diminuindo a absorção de carboidrato e gordura, sendo interessante para que os níveis de açúcar se mantenham estáveis por mais tempo. Diversos estudos também mostram que a maçã possui em sua composição nutrientes como vitaminas do complexo B, C e E, potássio e fibras. Isso faz com que ela seja um alimento com possível propriedade funcional, pois tem propriedades que modificam a fisiologia celular, sou seja, trazem saúde.

Como Consumir no dia a dia: A fruta é uma ótima opção de lanche da manhã ou da tarde, quando bater aquela fome, no intervalo entre as refeições.

Purê de Maçã

Purê de Maçã

A maçã ganha ares sofisticados quando é assada com especiarias, como canela, cravo em pó, gengibre em pó, e um pouco de mel: basta picar a fruta (pode deixar a casca , que contém fibras boas para o organismo), misturar com as especiarias e colocar em um refratário. Cozinhe no micro-ondas por um minuto na potência alta; se preferir mais macia, deixe mais um minuto.

Maças também combinam muito bem com outras frutas (como laranja), em sucos ou com legumes (como a cenoura) em purês.

Do livro: Alimentos Super Poderosos – Ed. Alaúde

Linhaça

A linhaça é rica em óleo (55% de ômega-3 e de 15%  a 18% de ômega-6) e também é uma ótima fonte de lignana, em excelente anti-inflamatório.

Ela favorece o sistema imunológico e melhora condições como artrite, artrose, colesterol, psoríase, e pressão arterial.

Como consumir no dia a dia: Experimente colocar a linhaça sobre frutas ou use no preparo de receitas diversas.

Clique aqui e conheça uma deliciosa receita com linhaça que preparamos para você.

 

Do livro: Alimentos Super Poderosos – Ed. Alaúde

Gengibre

O gengibre é muito utilizado como tempero em diversas preparações. Ele é encontrado na forma original de raiz ou em pó. Diversos dos seus compostos já foram identificados como benéficos na saúde humana.

Ele possui ação antiemética (contra enjoo), antioxidante, anti-inflamatória e auxilia no controle da glicemia, do colesterol e da pressão arterial.

Como Consumir no dia-a-dia: Acrescente gengibre ralado a diversos sucos, como laranja ou maçã. Em sopas cremosas, como a de abóbora, a dica é picar gengibre e cozinhá-lo junto com o legume. Também prepare chás e pique bem miúdo e salpique sobre seu prato preferido.

Do Livro: Alimentos Super Poderosos – Ed. Alaúde

Chocolate

Muito agradável a diversos paladares, o chocolate é derivado da massa do cacau combinada a açúcar, manteiga de cacau e outros compostos, como leite e oleaginosas.

Estudos mostram que o consumo de chocolate, principalmente dos amargos (que possuem mais de 50% de cacau em sua composição), trazem benefícios para a saúde vascular, colesterol e pressão sanguínea. Isso ocorre devido à presença de flavonoides e polifenóis.

Como consumir no dia-a-dia: Sugere-se o consumo, puro ou acompanhado por frutas, de 30 gramas por dia de chocolate amargo para usufruir de seus benefícios.

Do livro: Alimentos Super Poderosos – ed. Alaúde

Chia

A chia é uma planta originária da região andina do México e da Guatemala que possui sementes ovais e pequenas de coloração variada (preta, marrom escura, branca ou cinza).

Estudos analisando a composição da semente de chia demonstraram que ela é uma boa fonte de ômega-3, antioxidantes, fibras e aminoácidos, mas, segundo a literatura, a composição varia de acordo com a origem da semente. Por exemplo, o teor proteico e a concentração do ômega-3 é maior nas sementes que crescem em regiões mais secas. O alto teor de aminoácidos permite que ela seja uma boa fonte de proteína.

Como consumir no dia-a-dia: Uma maneira prática de ingerir a chia é colocá-la sobre frutas e outras preparações.