Alimentos para a Pele – Evitando Cabelos Fracos e a Celulite

Cabelos Fracos

cabelos-fracosCausas e Tratamento

O bom estado dos cabelos requer uma boa nutrição. As deficiências de vitaminas e minerais costumam afetar precocemente a beleza e a firmeza do cabelo.  Geralmente a queda de cabelo se deve a fatores hormonais, porém, uma alimentação saudável que forneça todas as vitaminas, minerais e oligoelementos necessários para contribuir para manter os cabelos restantes firmes e em bom estado.

AUMENTAR: Feijão, Melado, Coco, Pepino, Vitamina A, Vitamina B

CELULITE

Definição:

Com o termo celulite designam-se dois distúrbios bem diferentes:

  • Infecção do tecido celular subcutâneo; isto é, da camada de tecido que existe debaixo da derme. Também se chama flegmão. Esta infecção costuma ser grave e, geralmente, se produz em consequência de feridas ou traumatismos na pele. As infecções dentárias são causas de celulites do rosto e pescoço.
  • Inflamação ou Alteração do tecido celular subcutâneo; sem infecção, que se produz especialmente em mulheres muito obesas. A pele deixa de ser lisa, e apresenta uma superfície irregular, descrita como “casca de laranja”. Este segundo tipo de celulite não é grave em si mesma; o principal problema que causa é estético. Porém, é importante porque revela um estado deficiente de saúde.

pernas-coxas

Causas:

A obesidade, os desiquilíbrios hormonais, o excesso de insolação (que resseca a pele e torna menos elástica) e a retensão de líquidos e de toxinas favorecem o desenvolvimento da celulite.

Alimentação:

Uma alimentação saudável atua internamente e costuma dar melhores resultados nos tratamentos aplicados externamento sobre a pele.

AUMENTAR: Alimentos diuréticos, Frutas, Cereais Integrais, Legumes, fibras, Vitamina A

REDUZIR ou ELIMINAR: Gorduras saturadas, Sal, Bebidas Alcoólicas, Açúcares

Uma Alimentação rica em fibra reduz a celulite, possivelmente devido à fibra atrair e reter substâncias tóxicas no intestino.

pao-integral

Do livro: O Poder Medicinal dos Alimentos – Dr. Jorge Pamplona

O que é celulite?

Lipodistrofia ginóide é o nome técnico e correto da celulite, já que o termo também se refere à infecção bacteriana do subcutâneo mas fora da esfera médica o termo já está consagrado a celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células fazendo com que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando a pele com desníveis, ondulações,  retrações e nódulos que se manifestam externamente através dos furinhos indesejáveis na e /ou chamado ” casca de laranja”. É  causada por alterações do tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações da microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso.

celulite_rabo

A celulite não é uma condição médica grave mas pode causar desconforto nas mulheres por causa da aparência que confere a pele.

Os graus de celulite são avaliados por meio da anamnese, que consegue detectar o tipo de celulite, a localização, ocorrência de dores espontâneas ou sob pinçamento, as  diversas manifestações que possam ocorrer como:

  • Número e profundidade de depressões
  • Aspectos de áreas de elevadas elevadas das celulites
  • Presença de lesões elevadas
  • Presença de flacidez

Elementos do tecido conjuntivo adiposo normal

1- Células; fibroblastos, macrófagos, plasmócitos e etc.

2- Fibras: De colágeno, agrupadas em feixe. De elastina, mais finas e  que dão mais elasticidade aos tecidos. Reticulares, formando uma rede de sustentação.

3- Substância fundamental – na qual mergulha as células e fibras

4- Adipócitos; concentrados na região profunda da derme e agrupados em lóbulos, separados por paredes  conjuntivas ( septa lobulares), por onde passam os vasos sanguíneos e as terminações nervosas.

pernas-coxas

Modificações estruturais do tecido conjuntivo

  • As células adiposas aumentam o seu volume ;
  • Há um espessamento de proliferação das fibras de colágeno interlobulares que provocam o engorgitamento do tecidos;
  • A circulação de drenagem é sensivelmente reduzida e os fibroblastos são encarcerados;
  • As fibras elásticas ficam frágeis e se rompem
  • As fibras de colágeno e reticulares, esclerosadas  comprimem os vasos e os nervos (estase e dor)

Alterações bioquímica do tecido  celulítico

  • Extravasamento do serum,  rico em mucopolissacarídeos para o meio extravascular, tornando-o mais ácido, hipertônico e consequentemente fazendo com que mais água se extravase  dos vasos sanguíneos inundando o meio intersticial;
  • Acidificação do meio= maior hidrofilia ;
  • Espessamento e proliferação das fibras colágenas;
  • Aumento de volume das células adiposas pela absorção de líquidos.

Fatores desencadeantes

  • Estase vascular- venosa e linfática
  • Dilatação e enrijecimento das Malhas do tecido conjuntivo;
  • Aumento da pressão do tecido que geralmente equilibrar a pressão linfática. Esse aumento em razão do acúmulo de mucossacarides ávidos de água e de eletrólitos, principalmente cloreto de sódio
  • Perturbação da oxigenação celular;
  • Retenção de substâncias tóxicas.
  • Fases da evolução da lipodistrofia
  • Estase  circulatória- venosa e linfática
  • Exudativa- hidropexia
  • Fibrose nodular
  • Fibrose cicatricial atrófica (atrofia)
  • Fatores etiológicos
  • Hereditariedade
  • Transtornos vasculares
  • Disfunções endócrinas (foliculina e progesterona)
  • Episódios genitais femininos
  • Terapêutica estrogênica
  • Anovulatórios
  • Sedentarismo.

celulite2Formas clínicas da celulite

  • Celulite pura e difusa ou do tipo ginóide- ( da mulher magra )
  • Celulite associada a gordura localizada
  • Há ligeira adiposidade, tipo Androide; excesso de peso
  • Celulite associada à obesidade – ocorre sobrecarga lipídica tipo pletórico.

Fatores de risco

A ocorrência da celulite é bem mais comum entre mulheres do que entre homens segundo a Sociedade Brasileira de dermatologia, oito em cada dez mulheres têm graus de celulite isso ocorre porque é mais comum nesse sexo a gordura acumulada nas coxas, quadris e nádegas- áreas comuns da celulite. Também é mais frequente nas mulheres devido a estrutura das fibras do tecido conjuntivo feminino que é diferente da do homem o que propicia o aparecimento da celulite.

mulher-desesperada-720x320

Ter celulite não significa estar acima do peso. Até mesmo pessoas magras podem ter celulite. Mas se você está acima do peso, a perda de peso pode reduzir a celulite.

Outros fatores que mais influenciam a quantidade de celulite que você tem e como é visível incluem:

  • Má alimentação
  • Dieta rica em gordura
  • Metabolismo lento
  • Sedentarismo
  • Alteração  hormonais
  • Desidratação
  • Gordura corporal total

Sintomas da celulite

  • A celulite não é uma condição médica grave mas pode causar desconforto nas mulheres por causa  da aparência que lhe confere. A pele com  celulite  parece ter covinhas ou depressões. As vezes é descrita como casca de laranja em alguns casos a celulite pode ser vista apenas quando a pele é comprimida. Para celulites mais grave a pele parece acidentada com áreas de Picos e vales.
  • A celulite é mais comum em torno das coxas e nádegas ,mas também pode ser encontrada em seios, abdome inferior e braços, as causas mais iniciais são assintomáticos, mas o mais adiantados pode incluir
  • Região mais fria e
  • Endurecimento, dor e  sensibilidade
  • Pele com aspecto irregular
  • Existem várias formas de tratar celulite, a drenagem linfática , massagem modeladora, cremes anti celulíticos e outros tratamentos como a endermologia, mas esses serão tratados em textos posteriormente.

 

Até a próxima!!!!!!